Pular para o conteúdo principal
Boa Tarde a todos! Segue a baixo meu primeiro texto da coluna do Portal Queimadas (www.portalqueimadas.com.br):

Pra começar a conversa
Quando fui convidada a assumir a responsabilidade de escrever  uma coluna no Portal Queimadas, fiquei bastante animada. Pensei em escrever sobre História ou Patrimônio. Porém resolvi escrever sobre Cultura. Com este tema, posso envolver os outros temas anteriormente citados sem problema algum. Assim a nossa conversa  na referida coluna será não só sobre a Cultura queimadense, mas a tudo que acontece na cultura brasileira, desde ás políticas públicas sobre Cultura, assim como o fomento, além das mais diversas formas de manifestação da mesma.
Bem, para começar nossa conversa, devemos entender o que é Cultura. Não quero aqui passar horas fazendo uma explicação extensa, nem citar grandes livros ou autores. Quero apenas fazer uma explanação breve para que você leitor, possa compreender um pouco o que é Cultura.
Podemos entender Cultura, como algo que se remete á todos os aspectos de uma terminada realidade social, suas idéias, crenças, modos, costumes, saberes e fazeres de um povo, que são construídos ao longo de sua historia, de todo um processo social. Cultura nada mais é que um produto coletivo da vida humana.
Queimadas é um Município riquíssimo culturalmente. Temos várias manifestações culturais, a exemplo podemos citar: quadrilhas, bandas de pífano, coco de roda, cirandeiras, rezadeiras e tantas outras manifestações que não caberiam aqui.
São costumes e tradições que possuem suas origens na Historia da Colonização brasileira. Onde a Paraíba teve sua contribuição na mesma. Assim, essas tradições são provindas de Europeus africanos e porque não dizer também que foram provindas de nativos que ocupavam estas terras no período da colonização?
Toda essa influência trazida por estes grupos anteriormente citados, formaram o que hoje podemos observar na cultura queimadense, levando em consideração é claro que esta sofreu mudanças no decorrer do tempo.
Assim, temos que aprender a olhar a cultura queimadense com outros olhos, observando suas especificidades, suas peculiaridades. E isso é um exercício maravilhoso. É como se estivéssemos sempre voltados ao passado. Por mais que esta cidade tenha características modernas adquiridas ao longo dos anos, por mais que esta sofra novas influências. Queimadas, tem uma cultura incrível que vale a pena ser preservada. Assim, convido a todos os leitores a conhecerem a cultura queimadense!


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Programação Completa da FLIBO em Boqueirão

FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL EDITAL CHAMADA PÚBLICA No - 1-2013/SNBP O Presidente da Fundação Biblioteca Nacional, no uso das atribuições legais torna público que a partir do dia 18/09/2013 no sítio da FBN link: http://www.bn.br. estará disponível Edital de Chamada Pública Nº 01-2013/SNBP. OBJETO: O presente concurso tem por objeto a premiação de, no mínimo, 100 (cem) propostas de apoio à modernização e qualificação de espaços e serviços em biblioteca comunitária e ponto de leitura no país. RECURSOS ORÇAMENTÁRIOS: No presente concurso, os valores estimados a este certame serão de R$3.200.000,00, oriundos da LOA da FBN, do "Programa: 2027 - Cultura, Preservação, Promoção e Acesso", da "Ação: 14U2 - Implantação, Instalação e Modernização de Espaços e Equipamentos Culturais", conforme disponibilidade orçamentária do exercício de 2013. INSCRIÇÃO: As inscrições e condições de participação estão descritas no item 3 do Edital, disponível no sítio www.bn.br, e estarão abe…

E-book grátis de precificação de artesanato!

Olá, tudo bem? Se você gosta do universo de artesanatos, então, leia a mensagem até o final pois tenho uma GRANDE novidade pra te contar. Consegui contato com a Carla Tiago. Ela possui mais de 10 anos de experiência na produção de diferentes tipos de artesanatos, atualmente é Designer em Glicerina (sabonetes artesanais) e fundadora do site Artesanato Rico que é um projeto para ajudar artesãos a ter mais sucesso e lucratividade no artesanato. Em nossa conversa, me revelou algumas coisas bem pessoais e eu pedi a ela se poderia compartilhar essa história para mais pessoas. Ela aceitou e ficou feliz em compartilhar porque acredita que a sua história pode ajudar mais pessoas. Quando ela iniciou seu negócio de artesanato, teve alguns problemas. Achava que o importante era só se dedicar na produção dos produtos e nas vendas, e mesmo tendo facilidade nas duas coisas, perdeu muito tempo e boa parte do dinheiro investido. Revelou ter deixado de lado um detalhe muito importante do negócio: …