Pular para o conteúdo principal
Jimson Vilela expõe “Apagamentos” na Galeria Archidy Picado
            A Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc) realiza, no período de 5 de julho a 4 de agosto, nova exposição de um dos contemplados pelo Edital de Ocupação da Galeria Archidy Picado. Intitulada “Apagamentos”.
            A mostra individual do artista carioca Jimson Vilela traz 16 trabalhos nos quais a rasura se apresenta como ponto de interseção entre a linguagem escrita e a imagética. A abertura será na terça-feira (5), às 20h.
            “A idéia é aproximar-se de um espaço ou momento no qual a linguagem, como ferramenta de registro, está em suspensão”, revela o artista plástico em seu texto de apresentação. “Reconheço o excesso de estímulos visuais que recebo durante o dia, porém me interesso por imagens sutis, delicadas e efêmeras. Detenho-me nessas imagens, e a partir de uma redução visual potencializo estas imagens de meu interesse”, acrescenta.
            Jimson Vilela explica que seu trabalho tem como ponto de discussão a percepção do cotidiano através do cruzamento entre os sistemas de linguagem escrita e imagética. A intenção do autor é expor uma inquietação sobre os modos e modelos adotados para nomear as sensações e situações que nos cercam. Eles constituem um vocabulário visual rarefeito onde o texto sugere a imagem e vice-versa.
Jimson Vilela
            Rio de Janeiro, 1987. Vive e trabalha no Rio de Janeiro. Bacharel em Artes Visuais pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro e ex-integrante do Programa de Aprofundamento da EAV Parque Lage, organizado por Glória Ferreira. Entre suas principais exposições destacam-se as individuais “Ruído” (Centro Cultural da Justiça Federal, 2010) e “Imagens Recessivas” (Galeria Lourdes Saraiva Queiroz, Uberlândia-MG, 2009), as coletivas “40º Salão de Artes Visuais Novíssimos” (Instituto Brasil Estados Unidos, Rio de Janeiro, 2010), “12º Salão Nacional de Arte de Itajaí” (Fundação Cultural de Itajaí, Itajaí-SC, 2010),”Coletiva, Progetti”, Rio de Janeiro, 2010), “VI Bienal Internacional da Bolívia” (Casa de Cultura Franz Tamayo, 2009) e a “V Bienal Internacional do VentoSul” (Cinemateca de Curitiba, 2009).
SERVIÇO
Exposição: “Apagamentos”
Autor: Jimson Vilela
Local : Galeria Archidy Picado (Espaço Cultural José Lins do Rego, Rua Abdias Gomes de Almeida, 800 - Telefone: 83-3211-6272
Abertura: 05/07, às 20h
Período: de 06 de julho a 04 de agosto de 2011
Visitação: de segunda a domingo, de 8 às 18h.
Entrada: Gratuita

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Programação Completa da FLIBO em Boqueirão

FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL EDITAL CHAMADA PÚBLICA No - 1-2013/SNBP O Presidente da Fundação Biblioteca Nacional, no uso das atribuições legais torna público que a partir do dia 18/09/2013 no sítio da FBN link: http://www.bn.br. estará disponível Edital de Chamada Pública Nº 01-2013/SNBP. OBJETO: O presente concurso tem por objeto a premiação de, no mínimo, 100 (cem) propostas de apoio à modernização e qualificação de espaços e serviços em biblioteca comunitária e ponto de leitura no país. RECURSOS ORÇAMENTÁRIOS: No presente concurso, os valores estimados a este certame serão de R$3.200.000,00, oriundos da LOA da FBN, do "Programa: 2027 - Cultura, Preservação, Promoção e Acesso", da "Ação: 14U2 - Implantação, Instalação e Modernização de Espaços e Equipamentos Culturais", conforme disponibilidade orçamentária do exercício de 2013. INSCRIÇÃO: As inscrições e condições de participação estão descritas no item 3 do Edital, disponível no sítio www.bn.br, e estarão abe…

E-book grátis de precificação de artesanato!

Olá, tudo bem? Se você gosta do universo de artesanatos, então, leia a mensagem até o final pois tenho uma GRANDE novidade pra te contar. Consegui contato com a Carla Tiago. Ela possui mais de 10 anos de experiência na produção de diferentes tipos de artesanatos, atualmente é Designer em Glicerina (sabonetes artesanais) e fundadora do site Artesanato Rico que é um projeto para ajudar artesãos a ter mais sucesso e lucratividade no artesanato. Em nossa conversa, me revelou algumas coisas bem pessoais e eu pedi a ela se poderia compartilhar essa história para mais pessoas. Ela aceitou e ficou feliz em compartilhar porque acredita que a sua história pode ajudar mais pessoas. Quando ela iniciou seu negócio de artesanato, teve alguns problemas. Achava que o importante era só se dedicar na produção dos produtos e nas vendas, e mesmo tendo facilidade nas duas coisas, perdeu muito tempo e boa parte do dinheiro investido. Revelou ter deixado de lado um detalhe muito importante do negócio: …